Blumenau, Bombinhas e Torres.

Olá pessoal, à partir de agora detalharemos os dias da viagem para vocês.

Tudo foi planejado minuciosamente pelo Rafa, ele fez o roteiro e as reservas dos hotéis. No início pensamos em ir na sorte e procurar os Hotéis assim que chegássemos nas cidades, mas como fomos em alta temporada, achamos mais seguro fazer as reservas com antecedência. Os hotéis foram reservados pela Decolar e não tivemos do que reclamar, a experiência foi boa.

Roteiro dos dez dias de carro pelo Sul do Brasil.

Mapa com roteiro dos dez dias de carro pelo Sul do Brasil.

 

Nossa viagem começou dia 18 de Janeiro, saímos às 05:00 da manhã de São Bernardo do Campo, o primeiro dia foi o mais puxado em questão de tempo dirigindo, afinal, foram 630 km e 08 horas de viagem até o Blumenhof, hotel que nos hospedamos em Blumenau. Ao total fizemos 03 paradas no caminho, chegamos no hotel por volta das 14:00 horas, estávamos bem cansados e com fome, tomamos banho e saímos para comer algo, fomos a um shopping pertinho do hotel, comemos e voltamos para descansar um pouco. De noite decidimos conhecer o famoso Parque Vila Germânica, achamos a parte onde tem as lojinhas e restaurantes um pouco pequena, deu para olhar tudo em alguns minutos, por fim, comemos na Choperia Alemão Batata, como mencionei no post anterior. Achei a porção de frios coloniais muito exótica, o Rafa experimentou todos e gostou de alguns, quem tiver curiosidade é só entrar no site deles que lá tem o cardápio. Também aproveitei para tomar um chop, pois não podia passar pela Vila Germânica sem experimentar.

Vista do Hotel Blumenhof

Vista do Hotel Blumenhof

Por termos ido em Janeiro, não estava tendo nenhum evento em Blumenau, achei uma cidade sem muitos atrativos turísticos, a não ser pelo Parque, por este motivo mesmo, no dia seguinte, decidimos ir até Bombinhas e ficar o dia todo por lá.

Como mencionei aqui, para entrar em Bombinhas é necessário pagar uma taxa de preservação ambiental, clicando neste link você consegue ter acesso ao valor das taxas. Como eu e o Rafa estávamos de carro, a taxa foi de R$ 24,00, que pode ser paga através do site até 30 dias depois de ter visitado a cidade.

Praia da Lagoinha

Praia da Lagoinha

No planejamento da viagem, eu e o Rafa pensamos em acampar em Bombinhas, mas infelizmente não achamos vaga em nenhum Camping. Notamos que existem uns bem legais por lá, pretendemos voltar para acampar, com certeza reservaremos com bastante antecedência, pois na alta temporada é concorrida uma vaguinha, tanto nos hotéis, quanto nos Camping. Fica a dica para quem pretende ficar uns dias por lá.

Praia da Lagoinha

Praia da Lagoinha

Em Bombinhas você terá diversas praias para conhecer, se for ficar alguns dias, não faltará lugar bonito para visitar, ao chegar, deixamos o carro em um estacionamento pago que tinha banheiro e ducha por apenas R$ 20,00. Achar vaga na rua é quase impossível e como é difícil ter banheiro público nas praias, achamos justo o preço do estacionamento. Como ficamos apenas um dia, escolhemos duas praias para conhecer, a primeira foi a praia da Lagoinha, sua extensão é mediana e acaba ficando lotada, pois tem a atração dos peixinhos na água, os adultos adoram, imaginem as crianças. É bem cobiçado um cantinho pra ficar, por isso, meu conselho é que cheguem cedo.

Praia da Lagoinha

Praia da Lagoinha

Praia da Lagoinha

Praia da Lagoinha

Praia da Lagoinha

Praia da Lagoinha

A segunda Praia que conhecemos foi a do Retiro dos Padres, de uma beleza quase selvagem, a praia é de águas cristalinas e cercada pela Mata Atlântica, um pedaço de paraíso na terra. O acesso à praia se dá pela Av. Manoel José dos Santos, no Centro de Bombinhas, seguindo até o final da Rua das Garoupas, logo após o acesso à praia da Sepultura, dá pra ir andando tranquilamente da praia da Lagoinha até a do Retiro dos Padres. Ao chegarmos, estendemos nossa esteira sobre uma pedra que tinha sombra de árvore e ficamos um tempo apreciando a vista e a água.

Praia do Retiro dos Padres

Praia do Retiro dos Padres

Praia do Retiro dos Padres

Praia do Retiro dos Padres

Praia do Retiro dos Padres

Praia do Retiro dos Padres

Almoçamos por perto, e já aviso de antemão, comer em quiosque á beira mar nunca é barato, em Bombinhas então, nem se fale. A comida não é nada de mais, mas a vista compensa muito.

Depois do almoço decidimos procurar algum mirante para conhecer, nosso intuito era conhecer o Morro do Macaco, mas o dono do estacionamento onde deixamos o carro mencionou que tinha um mirante chamado ECO 360º, que era mais perto e a vista também era linda. Decidimos ir pela indicação e valeu à pena. Fomos de carro por uma estradinha de terra, dá pra deixar o carro estacionado bem perto.

Mirante ECO 360º

Mirante ECO 360º

A visão panorâmica conferiu ao mirante o nome de Eco 360º, dá pra começar o passeio com uma visita ao pequeno museu, na base do mirante, com informações sobre a fauna local, eu e o Rafa fomos direto à pequena trilha de fácil acesso (cerca de 15 minutos) até o topo do mirante, a vista é realmente incrível. Para acessar à trilha, cada pessoa paga uma taxa de R$ 10,00, e se desejar, pode ficar até o local fechar.

Voltamos para pernoitar em Blumenau, e no dia seguinte seguimos viagem para Torres no Rio Grande do Sul, foram 406 km e aproximadamente 05 horas dirigindo. As praias mais bonitas do Rio Grande do Sul ficam na cidade, que ganhou o nome por conta dos enormes penhascos que se erguem entre os balneários.

 

Em Torres nos hospedamos no Portal Torres Hotel, como íamos ficar apenas um dia, logo quando chegamos decidimos descansar um pouco e em seguida fomos até a praia da Guarita para ver o por do sol. Para quem vai à pé, o acesso ao Parque é gratuito, porém, para quem vai de carro é cobrada uma taxa de R$ 08,00 do estacionamento. Eu e o Rafa fomos de carro, mas deixamos estacionado fora do parque e entramos andando, não pagamos nada, o caminho que pegamos foi o da Praia da Itapeva, contornamos o morro da Guarita e conseguimos acessar a praia.

Torres

Vista para o Morro da Guarita

Torres

Morro da Guarita

Torres

Torres

Torres

Morro da Guarita

A Praia da Guarita tem dois mirantes maravilhosos, o morro da Guarita e o Morro das Furnas, também conhecido como Torre do Meio, subimos ambos, mas para o pôr do sol, escolhemos o Morro das Furnas, que é bem extenso e legal de conhecer, rende muitas fotos, atravessamos o morro todo e entre paradas para as fotos, encontramos uma cobra no meio do mato, tomem cuidado com isso, é bom sempre estar atento quando há mato fechado.

Torres

Vista para o Morro da Guarita

Torres

Torres

Torres

Torres

Torres

Vista para o Morro da Guarita

Torres

Torres

O pôr do sol foi lindo, uma explosão de cores, valeu cada segundo, e como eu e o Rafa amamos o lugar, no dia seguinte acordamos de madrugada e fomos novamente para o Morro das Furnas, ver o nascer do sol. Achamos que teria mais gente fazendo o mesmo, mas fomos os únicos. O tempo estava um pouco nublado, mas mesmo assim foi lindo, aquela vista para o oceano foi uma das coisas mais lindas que vi nessa viagem, foi de tirar o fôlego, como vocês podem ver pelas fotos, não tenho muitas palavras para descrever a experiência incrível que foi. Recomendamos, para quem  for viajar ao sul do Brasil.

Torres

Torres

Torres

Morro da Guarita

Torres

Torres

Vista para o Morro das Furnas

Vista para o Morro das Furnas

Morro das Furnas

Morro das Furnas

Torres

Torres

Torres

Torres

Torres

Torres

No próximo post contaremos como foram os dias em Palhoça, visitando a Praia da Pinheira e a Guarda do Embaú, e também sobre Florianópolis, roteiro da trilha até a Praia do Gravatá e a do Saquinho, lugares incríveis que vale muito à pena conhecer. Sobre os gastos totais com a viagem, falaremos no último post.

Amanhecer no Morro das Furnas

Amanhecer no Morro das Furnas


 

Sobre as hospedagens, classificaremos de 1 a 5 ♣:

BlumenauHOTEL BLUMENHOF: Fácil acesso ao centro se for de carro, quarto de casal com vista para a ponte férrea e café da manhã razoável. Nota: ♣♣♣♣

 

TorresPORTAL TORRES HOTEL – Se estiver buscando luxo, está no lugar errado, mas se procura apenas um lugar limpo e barato para se hospedar, é este mesmo. O café da manhã é um banquete, cheio de opções. Nota: ♣♣♣.

 

Um comentário

Deixe uma resposta